Por que os Mortos voltaram a andar ?

        O mundo dos mortos era um lugar extremamente decadente, onde as almas que lá estavam se organizavam em Impérios, onde uma alma podia até mesmo escravizar outra. Para estas almas havia apenas a certeza de que o oblivion, a força da destruição, iria apagar de vez a sua existência cedo ou tarde, salvo se conseguissem Transcender, ir para a outra existência, embora muitos duvidassem de sua existência.

         Há pouco tempo atrás, estouraram guerras entre estes Impérios, a Grande Stigia, que lembra o Imperio Romano e o Imperio de Jade, composto por Aparissões Orientais. Paralelamente a esta guerra, uma das legiões da Stigia atacou uma cidade vampírica que existia neste Reino, conhecida como Enoque. E, para garantir a vitoria e a destruição desta cidade, eles usaram uma Relíquia (Objeto destruído no mundo dos vivos que aparece no mundo dos mortos), uma Bomba Atômica. O uso deste poderoso artefato afetou a estrutura do Underworld gerando um Gigantesco Maeltrom (Tempestade ), que varreu o Mundo dos mortos, destruindo as almas que lá se encontravam. A tempestade também destruiu as fundações já enfraquecidas pela guerra que existia neste mundo.

         Mas a explosão tambem gerou outra mudança. Hordas de fantasmas foram compelidas de volta ao mundo dos vivos. Estes fantasmas foram lançados a objetos, corpos, construções, pessoas. Os espíritos presos em corpos em pouco tempo aprenderam a animarem-se e compõem a grande maioria dos mortos que voltaram a andar. Outros fantasmas também aprenderam a usar o lugar que  habitavam e como possuir as pessoas e animais com os quais estavam ligados.

         Os Hunters não entendem a sua ligação com estes fatos, eles sabem que de alguma maneira estão, pois surgiram na mesma época. O que faz surgir diversas teorias, como eles são uma resposta Kármica para este fator, ou os Demônios perderam as suas almas e deram poderes a eles para devolvê-las.

Grimm
Informações retiradas do livro: Walking Death, White Wolf 2000